O Marketing no Kung Fu

19 de agosto de 2014 ● POR

Desta  forma  o patrocínio faz parte de uma das estratégias possíveis para as empresas divulgarem sua marca ou seu produto.

A seguir o texto do Prof. Dr. Marcelo Cruz sobre patrocínio dos atletas na visão das empresas.

Não é caridade – O Patrocínio de Atletas na Visão das Empresas

É claro pelo menos para todos os atletas a importância do patrocínio na carreira e no destino de algumas modalidades esportivas. Ao pensarmos nos fundamentos do marketing, o patrocínio faz parte de uma das estratégias possíveis para as empresas divulgarem sua marca ou seu produto. Eu disse uma das possíveis estratégias! Isso porque as empresas independente do seu porte têm uma série de possibilidades de promoção (em marketing promoção é um dos famosos “P”s – os demais são produto/serviço, preço e praça/distribuição), para veicular sua marca. (rádio, TV, internet, etc, etc).

Com o advento das mídias sociais então, as empresas conseguem propagar sua mensagem de forma rápida, eficiente e, o mais importante, com um baixíssimo custo.

Todos sabem que para a empresa fazer com que sua marca seja conhecida, bem como fazer com que seu público alvo conheça seus produtos e serviços é parte essencial para a sobrevivência e geração dos resultados planejados.

Quando falo em fazer a marca ser conhecida, em marketing damos um tratamento muito sério para isso porque a marca (que pode ser um desenho, um símbolo, etc) transmite o que chamamos de posicionamento. Posicionamento é como a empresa deseja ser vista no mercado pelo seu público alvo. Daí a importância dela escolher criteriosamente o melhor meio de  divulgação.

É nesse contexto que entra o patrocínio esportivo como uma opção para a empresa.

Mas aí pergunto: porque uma empresa patrocina um atleta ou uma entidade ligada ao esporte?

A resposta correta é que ela só vai patrocinar se o atleta ou a modalidade estiverem alinhados com o posicionamento dela no mercado e tão ou mais importante: se esse patrocínio vai, de alguma forma, contribuir para o resultado dela. É evidente que o patrocínio que ela fará estará associado diretamente à imagem dessa empresa, à imagem do atleta e à imagem da instituição ou da modalidade patrocinada.

Então se o patrocínio esportivo está associado à imagem, vai ser fundamental para que ele seja viabilizado, que haja visibilidade da empresa nesse processo. Essa visibilidade, invariavelmente, será concretizada com os espaços nos uniformes e nos materiais esportivos utilizados pelos atletas.

Caso contrário, ou seja, se o espaço para inserção da marca oferecido como contrapartida do patrocínio, não for significativo, então porque realizar esse investimento? Lembram das muitas opções possíveis de divulgação?

Uma dica: ao buscar um patrocínio no esporte junto a uma empresa estruture um plano de marketing mostrando a ela que com o patrocínio a IMAGEM da empresa será ratificada e esse retorno contribuirá para o seu posicionamento e resultados. Ofereça espaços significativos nos uniformes para que crie uma vinculação da empresa com o atleta/modalidade. E lembre-se: se a empresa está realizando um investimento é ela que deve ter o espaço principal. Patrocínio esportivo não é caridade!

Bons negócios!

Prof. Dr.Marcelo Cruz

Doutor em Administração de Empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas – SP; Mestre em Administração de Empresas pela UMESP – Universidade Metodista de São Paulo; Pós Graduado em Marketing pela ESPM – Escola Superior de Propaganda e Marketing; MBA em Gestão Empresarial pela FDC – Fundação Dom Cabral; Graduado em Ciências Econômicas pela UNICAMP- Universidade Estadual de Campinas e Graduado em Administração de Empresas pela UMESP. Consultor em Marketing e Gestão, sólida experiência profissional em empresas multinacionais e de grande porte nas áreas de Marketing, Marketing Esportivo, Comercial, Projetos, Segmentos e Produtos. Sou também Avaliador do MEC. Atualmente coordena os Cursos de Marketing da UMESP – Universidade Metodista de São Paulo nas modalidades Presencial e EAD; Docente nos cursos de MBA, Pós graduação e graduação em Marketing, Gestão Empresarial e Administração