Exercício físico para pessoas com Parkinson

23 de julho de 2018 ● POR Redação

Pessoas que vivem com o Parkinson e praticam exercícios físicos diminuem os sintomas progressivos da doença, além de preservarem a função física geral. Dentre estes, especialistas observam melhoras no sono, humor, constipação, dores, memória, diminuição na fadiga e quedas.

No entanto, pessoas com Parkinson relatam barreiras para iniciar um programa de treinamento pois possuem baixa expectativa com os resultados, medo de quedas, acessibilidade aos treinos e poucas opções atrativas de exercício físico.

Pensando nisto, pesquisadores do Reino Unido publicaram em junho (2018) um artigo onde você encontra opções, benefícios, frequência, duração e intensidade de exercícios físicos recomendados para pessoas que vivem com a doença. De forma simples, rápida e didática o artigo apresenta fotografias e frameworks (quadros explicativos) que permitem diversas opções de exercícios para este público. Ademais, ao final do artigo os autores indicam vários sites e até podcasts mostrando os benefícios do exercício físico.

Abaixo, indico algumas das recomendações feitas pelos pesquisadores:

a) Aulas de Ioga, Pilates e Alongamento devem ser frequentadas de 2 a 3 vezes por semana (flexibilidade); b) Caminhada nórdica (*), corrida, natação e ciclismo devem ser realizados 5 vezes por semana e com duração de 150 minutos se intensidade for moderada ou 75 minutos se vigorosa (resistência); c) treino com pesos, boxe e aulas de circuito devem ser realizadas duas vezes por semana (força e potência).

Na última década aumentaram os estudos evidenciando que o exercício físico auxilia no tratamento de diversas doenças e, em pessoas vivendo com a doença de Parkinson, ele melhora os sintomas motores e não motores, logo todos os profissionais da área de saúde deveriam saber destes benefícios.

Dessa forma, o profissional de educação física deve basear sua prática em evidência científica e esta é uma proposta interessante. Proporcionar por meio do exercício físico uma melhor qualidade de vida e diminuição dos sintomas das doenças é mais uma área a ser explorada pela Educação Física. Vale a pena ler o artigo na íntegra.

*Caminhada Nórdica é o esporte de verão praticado em países do norte da Europa. É utilizado para não perderem o ritmo físico adquiridos em períodos de neve. Para isto, utilizam aqueles acessórios parecidos com os utilizados no esqui e caminham no parque, montanhas, nas ruas.

REFERÊNCIA

RAMASWAMY, Bhanu; JONES, Julie; CARROLL, Camille. Exercise for people with Parkinson’s: a practical approach. 2018.

Darlan Farias – Graduado e Mestre em Educação Física CREF/DF 4837 – Especialista em Exercício Físico Clínico – Instagram: get_healthy_exercise – Facebook (grupo): Fisiologistas do exercício Clínico.