Fisiologia do Exercício para alunos de graduação: o uso de estratégias de ensino baseadas na metodologia dialética

14 de setembro de 2016 ● POR Redação

A metodologia dialética propõe um ensino de dupla mão (professor-aluno) que provoque a aprendizagem por meio de tarefas contínuas dos sujeitos. Para isso, o professor assume o papel de mediador e dirige as diferentes atividades. Nesse contexto, a Fisiologia do Exercício é uma disciplina academicamente orientada que está inserida em um ambiente dinâmico, e a utilização de estratégias de ensino se faz necessária para otimizar a apropriação do conhecimento de forma ativa, além de contribuir para a maior autonomia dos estudantes universitários.

Portanto, o objetivo do presente estudo foi o de utilizar diferentes estratégias de ensinagem por meio de atividades propostas aos alunos na disciplina de Fisiologia da Atividade Motora I da Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo e correlacionar o desempenho do aluno com a sua participação nessas atividades propostas. Os principais achados da pesquisa demonstram correlações significativas e positivas entre a presença nas aulas e o desempenho nas avaliações (p < 0,0001; r = 0,84), bem como entre a realização das atividades propostas e o desempenho nas avaliações (p < 0,0001; r = 0,69).

Em conjunto, esses dados sugerem que a utilização de diferentes estratégias de ensinagem baseadas na metodologia dialética com a ativa participação dos alunos é essencial para um bom rendimento acadêmico, sendo altamente recomendada para o ensino da Fisiologia do Exercício.

Para acessar o artigo, clique aqui.