Exercício moderado é o que mais aumenta função cerebral

18 de janeiro de 2017 ● POR

A relação entre a prática de atividade física e a melhora de algumas funções cerebrais já foi alvo de diversos estudos, mas uma pesquisa da universidade japonesa Ritsumeikan parece ter encontrado o ritmo e duração ideais para o ganho de desempenho cognitivo: exercício moderado e por pouco mais de meia-hora.
O estudo nipônico teve duas fases.
Primeiro comparou a performance das funções cognitivas de pessoas que se submeteram a três baterias diferentes de exercícios: ciclismo por 20 minutos em baixa intensidade; ciclismo por 20 minutos em ritmo médio; e ciclismo por 40 minutos em baixa intensidade.
Os melhores resultados foram obtidos após os 20 minutos em ritmo moderado.
A pesquisa, publicada no National Center for Biotechnology Information, aponta que os voluntários tiveram um aumento de performance maior após essa série do que nas outras e também sustentaram o acréscimo de desempenho por mais tempo do que nas outras duas situações testadas.
Em outra parte do estudo, os pesquisadores japoneses analisaram a persistência dos ganhos cognitivos após sessões de 10, 20 e 40 minutos de exercícios de ritmo moderado.
A bateria mais longa foi a que produziu melhores resultados, seguida pela intermediária e com a mais curta na terceira colocação.
Matéria publicada pelo Ativo.com