Treino mental: como fortalecer a mente para correr

10 de janeiro de 2017 ● POR

Entre os atletas de elite, o treino mental já é aplicado e visto como tão importante quanto os treinos físicos para a evolução da performance. Entre os amadores, é uma prática ainda pouco utilizada, mas que vem ganhando espaço ultimamente. Fortalecer a mente para enfrentar os desafios é uma forma de trabalho psicológico, um “coaching” para aprender a lidar com a vida e tudo o que temos que aprender com ela.
Além de ser um bom exercício para te ajudar a cumprir as metas e resoluções para o novo ano.
Trabalhar a mente pode parecer mais complicado do que treinar um músculo, mas porque não estamos habituados. Por isso separamos seis dicas de treino mental que vão te ajudar a correr mais e melhor em 2017.
1. Como você comeria um elefante?
Os caras da elite do exército americano (SEALs) fazem essa pergunta para ensinar a primeira técnica do treino mental. E a resposta é simples: se você precisasse comer um elefante, deveria fazê-lo uma mordida de cada vez. Ou seja, segmentação é a resposta. Quando temos um grande desafio pela frente, a primeira sensação que vem à mente (e sentimos no corpo também) é o medo. E, sem a força mental necessária para vencer esse obstáculo mental, muita gente desiste no meio ou nem cogita tentar.
Divida um desafio em pequenos desafios; o grande problema em pequenos problemas. Se você precisa correr 42km, reparta a distância na mente. Conclua as pequenas tarefas, uma de cada vez.
Quando fazemos algo devagar, pouco a pouco, fortalecemos a mente para cumprir o objetivo final. Isso é resiliência mental. A evolução ocorre aos poucos, não se apresse.
2. Visualização
Pode parecer estranho, mas quando visualizamos o sucesso, fica mais possível ter êxito na tarefa – pelo menos mentalmente. O treinador do nadador Michael Phelps utilizou essa técnica com o atleta – recordista de medalhas de ouro das Olimpíadas. O campeão deveria se imaginar nadando de forma perfeita, criando na mente todos os detalhes dos movimentos de cada parte do corpo se movendo dentro da água. Braços, pernas, pescoço…
A ideia desta técnica é colocar todos os sentidos em ação enquanto a pessoa visualiza o desafio. Imagine todos os detalhes até ficar o mais real possível na sua mente. Repita todos os dias. Não pense que vai falhar.
Pelo contrário, imagine-se tendo sucesso. Se começar a pensar em obstáculos e empecilhos, o que é normal, visualize-se superando todos eles. Imaginar o sucesso é uma forma de treino mental efetiva para a realização de qualquer feito.
3. Controle suas emoções
O cérebro afeta nosso corpo e vice-versa. Quando estamos ansiosos e estressados, o organismo libera altas doses de adrenalina, cortisol e noradrenalina, hormônios que nos estimulam e dão mais energia e foco. Em excesso, porém, fazem mal, causando problemas para dormir, mau humor e até diminuindo a imunidade do corpo.
Para desligar essa bomba hormonal, utilize uma técnica de treino mental chamada 4:4:4.
Em situações de estresse, nervosismo, ansiedade ou medo, inspire por 4 segundos, expire por 4 segundos e repita esse ritual por 4 minutos – é parecido com algumas técnicas respiratórias utilizadas no Ioga. Este treino mental faz você relaxar, pensar com maior clareza e pode ser feito em qualquer horário, lugar e situação de estresse.
A respiração controlada é uma das formas naturais mais efetivas de controlar o estresse.
4. Não reaja
As pessoas costumam ficar perturbadas mais pela imagem que formam de um desafio, do que pelo desafio em si. Não conseguimos controlar tudo que acontece no mundo, mas temos um poder: controlar a nossa interpretação sobre as coisas. No design thinking, há uma técnica chamada de reenquadramento – que pode ser um excelente treino mental.
O que é? Interpretar um evento negativo, uma crença ou visão de mundo, de forma positiva.
Mudar o ponto de vista sobre as coisas é uma forma de treino mental que nos mostra como tirar lições valiosas mesmo das piores situações. Desafie-se e tente ver sempre sob uma ótica favorável qualquer evento negativo que acontecer. Isso irá te fazer evoluir mentalmente.
5. Valorize as pequenas vitórias
O maior desafio é vencer os desafios pequenos que aparecem todos os dias. Perder a carteira, o ônibus, bater o carro, sair para correr e começar a chover…. Este treino mental consiste em mentalizar três coisas boas que aconteceram com você, em vez de absorver as coisas negativas. Faça isso todos os dias e, se preferir, escreva em um papel os ocorridos positivos.
Seja grato. Nem tudo vai dar certo sempre.
Mas valorizar as pequenas vitórias nos alimenta de sentimentos bons e cria um círculo de positividade ao nosso redor.
6. Encontre a sua tribo
Passe um tempo pensando sobre o que traz sentido para a sua vida. Este é o primeiro passo para encontrar a sua tribo — aquele grupo de pessoas que compartilham a mesma visão e valores que você. Quando nos cercamos de pessoas amigas e que têm princípios parecidos, nossos desafios ficam mais fáceis de serem vencidos. Nos identificamos com um grupo específico e nele somos mais resilientes e fortes mentalmente.
Matéria publicada pelo Ativo.com