Quanto um atleta precisa consumir de sal?

19 de setembro de 2016 ● POR

Existe um consenso entre muitos nutricionistas esportivos e pesquisadores de que o atleta precisa repor o sal perdido por meio do suor para que seu desempenho não seja prejudicado durante a atividade física. Um novo estudo publicado no Jornal Internacional de Nutrição Esportiva e Metabolismo, contudo, acaba de contestar essa teoria.

Durante a transpiração, a pessoa perde sais minerais, chamados de eletrólitos, sendo o principal deles o sódio. Este sal tem um papel fundamental na performance, pois a deficiência dele pode levar à fraqueza, náusea, fadiga muscular e cãibras generalizadas. A reposição deve ser feita tanto durante como após o exercício.

Segundo os autores, a baixa ingestão de sódio não afeta o desempenho dos atletas. “Os únicos efeitos visíveis da dieta livre de sal adicionado são um suor menos salgado e a não ardência nos olhos quando este escorre no rosto”, disse um dos responsáveis pelo estudo. Nas pesquisas analisadas. não foram registradas queixas de cãibras ou sinais de hiponatremia, que é quando ocorre uma grande redução na concentração de sódio no sangue.

Os pesquisadores se perguntaram, então, se os níveis de sódio no suor não estariam, portanto, atrelados ao excesso de sal consumido na alimentação. Ou seja, quanto mais sal a pessoa consumir, mais ela vai eliminar na transpiração. Seguindo esse raciocínio, a perda de sódio seria, na opinião deles, mais um dos benefícios da prática da atividade física, que reduziria o risco de hipertensão e outros problemas de saúde relacionados à elevada ingestão de sal.

Ao revisar pesquisas anteriores, eles constataram que não havia provas contundentes que associasse a ingestão de sódio com uma melhora no desempenho de atletas. Não foi encontrado também nenhuma relação entre o consumo de sal e a hiponatremia. “A principal causa do problema é a ingestão excessiva de água, além de alguns outros fatores que podem contribuir”, afirmaram os autores.

Eles alertam, contudo, para o perigo de reduzir drasticamente o consumo de sal em um curto período de tempo, já que isso pode trazer consequências negativas para a saúde. “Mais pesquisas sobre este assunto precisam ser feitas”.

Matéria publicada pelo Ativo.com