Estudo associa condicionamento físico ao desempenho acadêmico das crianças

02 de julho de 2014 ● POR

Teste demostrou que rendimento escolar está ligado à capacidade cardiorrespiratória e à habilidade motora de forma independente e combinada.

Muitas evidências sugerem que o desempenho acadêmico e o condicionamento físico possam andar de mãos dadas, mas um novo estudo dá um passo adiante, apontando para a capacidade cardiorrespiratória e a habilidade motora como elementos de fitness mais relacionados ao sucesso acadêmico.

A pesquisa, que será publicada no Journal of Pediatrics, contou com 2.038 crianças e adolescentes espanhóis com idades entre 6 e 18 anos. Os cientistas obtiveram os dados completos sobre seu desempenho escolar e testaram seu condicionamento físico e composição corporal.

Os resultados indicam que o desempenho acadêmico está ligado à capacidade cardiorrespiratória e à habilidade motora, tanto de forma independente quanto combinada. Crianças e adolescentes que não fazem levantamento de peso podem respirar aliviadas: o desempenho acadêmico não estava relacionado de forma independente com a força muscular.

— Como esses componentes físicos de fitness são altamente associados uns com os outros, é necessário diferenciar quais deles são importantes em relação ao desempenho acadêmico— diz Irene Esteban-Cornejo da Universidade Autônoma de Madri (UAM).

Para todos os envolvidos, no entanto, a importância de estar em boa forma nunca foi mais evidente.

— Ter altos níveis de condicionamento cardiorrespiratório e motor pode, até certo ponto, reduzir o risco de fracasso escolar— afirma a pesquisadora.

Matéria publicada pelo site Zero Hora