Os Megaeventos esportivos e o Fair Play

14 de julho de 2016 ● POR

Em 2014 o Brasil sediou um dos eventos mais importantes do planeta: a Copa do Mundo de Futebol. No mesmo ano, em novembro, poucos sabem, mas o Brasil também foi cenário para a Copa das Nações que é patrocinada pela empresa Danone. O Megaevento ocorreu no Resort Paradise (Mogi das Cruzes, SP) e a final foi disputada na Arena Corinthians em São Paulo.

Em 1997, a empresa criou a Copa Danone como um torneio internacional de futebol para jovens atletas com os 16 mais prestigiados clubes do mundo. Em 2000, após o sucesso da Copa Danone, a organização decidiu criar a Danone Copa das Nações, envolvendo crianças de 40 países, que demonstram suas habilidades e paixão pelo futebol. Este evento é reconhecido pela FIFA, e apadrinhado por um jogador francês que possui destaque mundial Zinedinne Zidane.

A Empresa Danone contribui para o desenvolvimento e disseminação do futebol, sendo a patrocinadora oficial da “All Nations World Cup”. Os critérios utilizados pela Danone para a escolha do local do evente é ter uma filial de sua empresa no país, e o outro critério é o país ter sediado a Copa do Mundo de Futebol, como foi o caso do Brasil em 2014.

A Copa das Nações, ou All Nations Word Cup, ou Copa Danone é considerado o maior evento de torneio infantil do mundo que tem por objetivo proporcionar aos participantes a prática do esporte e o prazer de participar de um torneio desta magnitude. Essa competição é aberta a 32 países que são selecionados pelo grupo Danone por meio de torneios nacionais e uma final mundial.

Este torneio é sub-12, para tanto, associa o aprendizado futebolístico ao prazer dos conceitos esportivos, com a finalidade de ajudar as crianças na faixa etária definida de até 12 anos de idade a desenvolverem suas habilidades esportivas e o espírito de equipe fair play.

Você sabe para que serve e o que é o Fair Play?
O objetivo do fair play é garantir o cumprimento dos valores que norteiam o torneio e proteger os participantes contra qualquer tipo de prática imprópria ou injusta, ou seja, atitudes anti-desportivas. No caso da copa Danone, afirma a pesquisadora Vanessa Tavares, que atuou neste mega evento como coordenadora de campo, que as fases eliminatórias da competição foram disputadas por meio de clubes e escolas; assim, os jogadores de futebol com menos de 12 anos podem dividir a emoção de participar de um evento esportivo internacional.

(Fonte: Vanessa Tavares – mestre em Gestão do Esporte, colaboradora do Portal, atuou como Match Coordinator – All Nations World Cup 2014)