Dança aérea: exercício exige força e músculos alongados

09 de junho de 2012 ● POR Redação

Modalidade está cada vez mais popular nas academias

Ficar equilibrado no alto de um tecido acrobático não é mais uma atividade restrita aos praticantes de artes circenses. A dança aérea, como é conhecida, vem invadindo as academias e recrutando cada vez mais adeptos.

A atividade permite exercitar o corpo de maneira lúdica, mas prática não é tão simples quanto parece. Para segurar o corpo num tecido acrobático, é preciso ter muita força física.

Geralmente quem só faz musculação e corrida tem dificuldades para executar os movimentos no tecido. A dança aérea, ao mesmo tempo em que proporciona relaxamento, fortalece e define a musculatura.

Além disso, ela também desenvolve a coordenação motora, flexibilidade e condicionamento físico. A respiração e a circulação são estimuladas também. Uma hora de atividade chega a consumir 300 calorias.