Marketing digital no fitness. Estratégia ou “papo furado” ?

02 de junho de 2015 ● POR

Quanto vale um curtir? Qual o preço de um compartilhamento? O que você faria por um comentário positivo?

“Esses termos estão cada vez mais comuns na vida do Personal Trainer e dos profissionais do mercado fitness. As pessoas estão brigando para conquistar esse espaço, como se fosse um espaço para ser conquistado na força, mas a realidade é completamente diferente. Quanto mais força você faz, menos interesse as pessoas têm. É um sinal que você deixou de ser interessante, parou de influenciar e começou a importunar”, essa é opinião de Junior Crocco criador do site www.marketingdeacademia.com.br que recentemente lançou um e-book para ajudar personal trainers e profissionais de academias com estratégias de marketing digital para aplicação imediata.

Muitos profissionais estão caindo em tentação por tentar conquistar seu espaço a qualquer preço, acreditando que isso vai ter uma resposta no seu valor hora/aula, no seu valor de consulta de clientes ou na percepção que o cliente vai ter dele.

O fundamental é ter estratégias e ações combinadas dentro de um objetivo. A partir do momento que você vai fazer uma postagem ou um vídeo, você deve responder algumas perguntas. Qual é o objetivo dela? O que você espera? Você espera atingir mais pessoas? Ter mais curtidas? Ter mais compartilhamentos? E se você tem esses objetivos. Por que desses objetivos?.

“Se não está claro quais são os objetivos e caminhos, a estratégia está errada. O esforço enorme de produzir, publicar, divulgar e ninguém querendo ver. É importante conhecer o público-alvo, saber e entender a idade, sexo, classe social, necessidade específica, região onde mora, linguagem e interesse, que tipo de personagem e marca ele gosta. São alguns pontos principais que ele tem que atender”, afirma Crocco.

A segunda etapa é descobrir exatamente quais são as necessidades do cliente e a partir daí desenvolver o conteúdo criando as informações para o seu público. Sabendo o que criar, compartilhar, publicar e para quem.

Descobrindo isso, o personal consegue ter uma estratégia mais “amarrada”. Esse é o mínimo que ele precisa entender para começar a fazer publicações esperando algum retorno próprio. “Entendendo que positivo ou negativamente você é o responsável por tudo aquilo que publica. É o seu nome que está em jogo”, finaliza.

Pensando nisso, Junior Crocco elaborou um e-book para auxiliar os profissionais e você pode fazer o download clicando aqui.