A formação de uma consciência ética do profissional de Educação Física começa dentro da Universidade

  • PDF
A formação de uma consciência ética do profissional de Educação Física começa dentro da Universidade

Sendo a ética inerente à vida humana, sua importância se evidencia na vida profissional desde sua formação, pois c


Sendo a ética inerente à vida humana, sua importância se evidencia na vida profissional desde sua formação, pois cada individuo tem suas responsabilidades dentro do contexto sociedade. Pensando assim muitos autores definem a ética como sendo um conjunto de normas e condutas que serve para regular uma ação. Para Vàzquez a "ética é a teoria ou ciência do comportamento moral dos homens em sociedade. Ou seja, é a ciência de uma forma específica de comportamento humano". Tudo isso coloca-nos a pensar que o fazer e o agir se interligam, sendo o fazer a competência e a eficiência e o agir uma conduta e um conjunto de atitudes que assumem um papel importante dentro do desempenho profissional dos professores de Educação Física. Visando a adoção da ética e da responsabilidade profissional, destaca-se que o termo profissão advém do latim "profissione", do substantivo "professio", podendo ser traduzido como: ação de fazer profissão, cujo conceito atual no país, representa: Trabalho que se pratica com habitualidade a serviço de terceiros, ou seja, pratica constante de um ofício. Tudo isso para objetivar a qualidade necessária para a participação junto ao mercado de trabalho, que atualmente exige do professor responsabilidade civil e ética em todos os procedimentos e atuações que diz respeito à atividade física, saúde, esporte, educação e pesquisa. Continuando o estudo sobre as relações entre profissão, mercado de trabalho e ética, passo a tratar agora da questão que envolve a preparação acadêmica, uma vez que ao concluir o período de preparação, os graduandos devem demonstrar possuir uma capacidade mínima exigida para desempenhar sua atuação junto ao mercado de trabalho. Assim, os cursos de graduação em Educação Física devem permitir aos graduandos ao egressarem que consigam ingressar no mercado de trabalho com um conhecimento mais especializado, ou seja, que todos esses conhecimentos adquiridos no decorrer da graduação possam dar a oportunidade do graduado ser capaz de escolher o caminho e o campo de atuação que vai seguir nessa nova fase da vida. De acordo com o filosofo Sócrates existem três verbos indispensáveis para o envolvimento de qualquer profissional em situação de prestação de serviço ou atendimento à sociedade.  Inicialmente destaco o saber, considerado como motivador de todas as virtudes do profissional, em segunda instância destaca-se o dever, que levará o profissional a identificar se apesar de saber e ter o  conhecimento sobre a questão ou problema apresentado, proporcionará os benefícios procurados pelo cliente ou aluno e finalmente o profissional verifica se dispõe de respostas com o Poder, isto é, se realmente tem todas as condições para prestar um serviço com qualidade e competência, devendo trazer o maior e mais desejado benefício ao interessado. Assim pode-se estabelecer que a ética profissional possibilite ao  profissional recém formado uma melhora na qualidade e na capacidade de atenção, avaliação, intervenção e resolução de questões e problemas que vão além dos saberes, como, dedicação, responsabilidade, razão, competência, comportamentos adequados e compromisso social. Considera-se então que a formação de uma consciência ética no profissional de Educação Física se faz necessário começar dentro da universidade para que no período de formação o graduando possa agregar valores humanos importantíssimos para sua atuação no futuro como profissional, pois a questão maior é saber sobre que referencial pode-se estabelecer a eticidade do agir humano universalmente aplicável. Para finalizar deixo uma reflexão, será possível que as questões relacionadas à moral e a ética dentro da educação física e do esporte podem ser estudadas valendo-se da simples pergunta: "Como devo agir?".
Marcio Rogério Martins
graduado em Educação Física especialista em Psicopedagogia pela Famerp, docente nos cursos de Educação Física e Pedagogia da Unilago