Prova para professor temporário em SP

  • PDF
Prova para professor temporário em SP
As avaliações acontecem no próximo dia 17 de dezembro.
Cerca de 212 mil candidatos devem faze

As avaliações acontecem no próximo dia 17 de dezembro.
Cerca de 212 mil candidatos devem fazer os exames.

 Secretaria de Estado da Educação de São Paulo definiu a data de realização da prova classificatória para professores temporários, que assumirão aulas para 2009. As avaliações acontecem no próximo dia 17 de dezembro, em todas as regiões do Estado. Cerca de 212 mil candidatos devem fazer os exames. 

As provas, junto com o tempo de serviço e titulação, servirão para definir a classificação de professores para a atribuição de aulas, no começo do próximo ano letivo. 

Os candidatos que se inscreveram para atribuição de aulas do ensino fundamental e médio farão prova às 8h. Os que buscam aulas para 1ª a 4ª série (ciclo 1) serão submetidos à exame às 15h. As provas serão realizadas em escolas estaduais de todas as 91 Diretorias de Ensino do Estado.

Para quem disputa vaga para lecionar em apenas uma disciplina, a duração da prova é de no máximo duas horas. Já o candidato inscrito em duas disciplinas terá até quatro horas para fazer as duas provas.

Os candidatos devem consultar o site http://www.educacao.sp.gov.br/ para verificar o local da prova. Aqueles que no ato da inscrição informaram um endereço eletrônico também receberão as informações por e-mail.

Os inscritos em duas disciplinas farão a prova da segunda disciplina imediatamente após o termino da primeira, no mesmo local. Os portões das escolas serão fechados às 8h e às 15h em ponto. Não será permitida a entrada de candidatos atrasados, por isso eles devem chegar com no mínimo meia hora de antecedência.

Os candidatos devem comparecer ao dia da prova portando um documento de identificação original e com foto (RG, CPF, CNH, Certificado Militar, por exemplo). Devem portar ainda caneta azul ou preta, lápis e borracha. Só será permitido deixar a sala onde ocorre a prova após uma hora de seu início.

Com 25 questões (testes - cada um valendo 3,2 pontos), a prova, que neste ano será aplicada pela primeira vez, valerá 80 pontos no total, o mesmo peso do tempo de serviço.

Os títulos (mestrado e doutorado, por exemplo) valerão outros 20 pontos, podendo-se chegar a um total de 180 pontos. Antes da implantação da prova, a classificação para atribuição de aulas tinha apenas dois critérios: tempo de serviço e títulos.

As avaliações serão baseadas na Proposta Curricular do Estado, já implantada pela secretaria em 2008. A classificação (juntando prova, tempo de serviço e títulos) será por Diretoria de Ensino e definirá quem irá escolher antes as aulas disponíveis na respectiva região.

O gabarito da prova classificatória estará disponível para os candidatos a partir do dia 19 de dezembro no site http://www.educacao.sp.gov.br/.