Back Esportes Canais Outras Modalidades Ministro do Esporte destaca a importância da tecnologia na Copa e nos Jogos Olímpicos

Ministro do Esporte destaca a importância da tecnologia na Copa e nos Jogos Olímpicos

  • PDF
Ministro do Esporte destaca a importância da tecnologia na Copa e nos Jogos Olímpicos
Mundial será uma vitrine para apresentar o Brasil para o mundo inteiro.
Investimentos na área de tecnologia serão um dos pontos fortes.

O ministro do Esporte, Orlando Silva, lembrou, em evento na manhã desta quarta-feira (10.08), a importância do desenvolvimento do setor de telecomunicações e tecnologia da informação para a realização da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014. “Esse tema é chave para demonstrarmos a nossa capacidade de realizar tanto o Mundial, quanto as Olimpíadas”, afirmou.
Orlando Silva falou na abertura da Conferência TI e Telecom na Copa e Olimpíadas, promovido pela Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) e pela consultoria IDC (International Data Corporation), realizada em um hotel de Brasília. Também estiveram presentes no evento os ministros das Comunicações, Paulo Bernardo, e da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aloizio Mercadante.
Orlando reforçou as oportunidades que a Copa trará ao país. “O Mundial é mais que 32 seleções disputando 64 partidas. É a grande chance de o mundo conhecer uma das maiores democracias do mundo, com uma economia complexa, diversidade regional e cultura de paz e tolerância”, lembrou. Outro ponto destacado foi a importância do legado que ficará depois da competição.
“Discussões como essas são importantes para termos uma perspectiva do legado que ficará depois do Mundial. E ainda teremos melhorias importantes em outras áreas, com investimento do governo federal de R$ 8 bilhões no transporte público, por exemplo”, destacou.
Salto
O ministro Aloizio Mercadante também destacou a importância da Copa para o Brasil. “Os números são impressionantes. Esperamos uma audiência de 3,3 bilhões de pessoas e teremos possibilidades de dar um grande salto ao aproveitar os investimento nesses grandes eventos”, afirmou.
“O governo ajudará nesse desenvolvimento ao contratar empresas com desenvolvimento em tecnologia e produção no Brasil. Para áreas como fármacos, TICs e defesa, poderemos pagar até 25% a mais nas compras governamentais. É uma forma de fortalecer nossa indústria”, completou.
Da Ascom – Ministério do Esporte