A Dança e seus festivais!

30 de janeiro de 2012 ● POR Redação

 Existem no Brasil e no mundo, diversos festivais e concursos para as mais diferentes formas de estilo dentro da dança. Não é de hoje que a dança sempre passa por determinadas situações desconfortáveis em matéria de julgamento perante a comparação com outros trabalhos

Existem no Brasil e no mundo, diversos festivais e concursos para as mais diferentes formas de estilo dentro da dança. Quando recebi um email essa semana dizendo que é um absurdo julgar a dança, pois ela é uma forma de expressão livre e isso não pode ter pontuação fiquei realmente revoltado! Ora se estamos em 2012 e a cada dia os profissionais da dança estudam e fazem agora cursos superiores desta nova profissão, como este processo poderia ficar estagnado?

Todos nós entendemos que existem mostras livres onde as escolas e companhias de dança apenas participam realmente para exibir seus trabalhos e para a realização de seus alunos; fato este louvável para a integração e inter-relação do ser humano, todavia aqueles que já passaram pelo cenário, criarão com o passar do tempo pontos em comum para uma melhor comunicação e interpretação dos pontos de vista. Imagine se cada uma falar que seu trabalho é o melhor? Não precisaríamos de campeonatos, concursos ou festivais, cada um poderia comprar uma medalha ou imprimir alguns diplomas de primeiro lugar ou mesmo de destaque. Mas como até em concursos como a Dança dos famosos ( TV Globo ) observamos que é preciso sim existir regulamentos e estudar cada técnica diferente da dança, pois forró não é igual a Hip Hop e obviamente na parte artística vão haver opiniões diferentes mas na parte técnica e específica de cada estilo vem o resultado final. 

Minha alegria é que estes eventos onde apenas dizem aos participantes que gostaram ou não do trabalho, estão caindo de moda e as cias de dança, escolas e academia estão procurando cada vez mais participar de eventos onde jurados e participantes possam falar a mesma língua e idoneamente decidir quem é o campeão!