A importância da estimulação cerebral na promoção da saúde e melhoria do desempenho físico

10 de outubro de 2016 ● POR Pedro Cunácia

O avanço tecnológico das últimas décadas tem proporcionado o uso eficaz de técnicas não-invasivas na neuromodulação cerebral. Atualmente, as principais técnicas de neuromodulação são a estimulação magnética transcraniana (EMT) e a estimulação transcraniana por corrente contínua (ETCC).

Por meio de revisão da literatura, o presente estudo aborda:

a) história da estimulação cerebral;
b) mecanismos de ação estudados através da neurofisiologia motora, farmacologia, neuroimagem e animais experimentais;
c) perspectivas de aplicações da estimulação cerebral para promoção da saúde e melhoria do desempenho físico, incluindo o controle autonômico cardíaco e hipotensão pós-exercício, o controle de apetite e a modulação da fadiga e desempenho físico;
d) aspectos de segurança referentes ao uso da ETCC.
Dessa forma, a ETCC parece ser uma técnica efetiva e segura para modular a função cerebral e podemos vislumbrar algumas perspectivas de aplicação no âmbito da ingestão alimentar, saúde cardiovascular e desempenho físico.
Para ler o artigo na íntegra, clique AQUI