Culpa da tecnologia? Sociedade moderna é a menos ativa das últimas 71 mil gerações

01 de novembro de 2017 ● POR Pedro Cunácia

Por Pedro Lopes

Usar o carro para ir até a padaria da esquina. Deixar o telefone tocando e esperar que outra pessoa em casa ou no escritório levante para atendê-lo. Investir em aparelhagem doméstica ultramoderna para evitar o esforço em ações simples no dia a dia, como apagar as luzes ou fechar as cortinas. Passar horas consecutivas em frente ao computador, seja por trabalho ou lazer.

Cada vez mais comuns na atualidade, essas situações são prejudiciais à nossa constituição corporal, originalmente “programada” para caçar, coletar e permanecer ativa por mais tempo.

Doutor pela Unesp e responsável pelo site Educação Física Baseada em Evidências, o pesquisador Bruno Smirmaul publicou em setembro um artigo no British Journal of Sports Medicine apontando a baixa atividade física das pessoas na atualidade. A pesquisa indica que, das últimas 71 mil gerações, só as últimas duas (0,003% dos povos formados no período) sofreram uma redução drástica na movimentação diária.

Na época de caça e coleta, uma pessoa dava 18.5 mil passos por dia. Depois, quando surgiram métodos mais simples de agricultura, essa média caiu sensivelmente, passando para 16.5 mil passos. O número despencou a partir do momento em que os apetrechos tecnológicos mudaram o comportamento humano. A média atual é de 5,1 mil passos por dia.

“Humanos que vivem hoje são caçadores e coletores da Idade da Pedra deslocados para um mundo que nossa constituição genética não foi formada para viver”, contou Smirmaul ao site da revista Galileu.

Se a média global já é muito inferior ao de gerações antigas, o quadro no Brasil é ainda mais preocupante. Os brasileiros dão, em média, 4.289 passos por dia.

Resultado de uma pesquisa que investiga a atividade física em 111 países, o número deixa o Brasil como sétimo colocado entre as nações menos ativas do mundo, à frente apenas de países do Golfo Pérsico, como Arábia Saudita e Catar, e do sudoeste asiático, como Filipinas e Malásia.

OS 10 PAÍSES COM POPULAÇÃO MENOS ATIVA
1. Indonésia (3.513 passos)
2. Arábia Saudita (3.807)
3. Malásia (3.963)
4. Filipinas (4.008)
5. África do Sul (4.105)
6. Catar (4.158)
7. Brasil (4.289)
8. Índia (4.297)
9. Egito (4.315)
10. Grécia (4.350)

Matéria publicada pelo Ativo.com