A atividade física é fundamental na prevenção contra o câncer de mama

09 de março de 2017 ● POR Pedro Cunácia

Uma pesquisa realizada na Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, revelou que o exercício físico reduz o risco de câncer de mama em até 30%.
O estudo analisou mulheres em idade reprodutiva ou que havia acabado de passar pela menopausa e concluiu que todas que praticam alguma atividade física têm menos chances de desenvolver esse tumor maligno.
A pesquisa analisou um grupo de 1.504 mulheres com câncer de mama e outras 1.555 saudáveis com idades entre 20 e 98 anos. Com o objetivo de comparar a realização da atividade física com o diagnóstico da doença, foi detectado que entre as sedentárias, o grupo que se exercitava durante a idade reprodutiva e pós-menopausa teve uma incidência 6% menor de possibilidades de ter um câncer de mama.
Já entre as mulheres que praticam atividade física, cerca de 10 a 19 horas por semana, apontaram 30% menos chances de apresentar o problema.
Um ponto que merece ser destacado, é que as mulheres ativas que ganham peso de forma significativa, principalmente após a menopausa, perdem esses efeitos benéficos da atividade física, ou seja, a obesidade diminui as possibilidades de prevenção do tumor.
Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres. Ainda raro antes dos 35 anos, o tumor responde por 22% dos novos casos da doença anualmente no Brasil. Quando descoberto desde início e tratado corretamente, o prognóstico de melhora se torna positivo.