Médico cruzará os EUA correndo para ajudar necessitados

06 de setembro de 2016 ● POR Karina Dias

Atravessar os Estados Unidos correndo sempre foi o sonho do Dr. Levi Rizk, porém o médico queria ter um bom motivo para colocar em prática o seu plano, o que ele acaba de encontrar. Durante a jornada, o ultramaratonista pretende arrecadar dinheiro para a construção de um posto de saúde móvel que vai atender bairros isolados de baixa renda.

O ultramaratonista vai largar no dia 11 de setembro do cais de Santa Mônica, em Los Angeles, rumo a Washington. Ele pretende correr cerca de 50 km por dia para conseguir completar todo o trajeto de 5 mil km em um prazo de cem dias. Para conseguir este feito, o atleta vai contar com a ajuda de sua esposa, grávida de seis meses, que o acompanhará ao longo do percurso em um trailer doado que será transformado depois na clínica médica móvel.

A aventura, aliás, quase que foi adiada por conta da gravidez, já que a mulher do corredor pode entrar em trabalho de parte durante a travessia. O casal, contudo, resolveu seguir os planos, pois viram que jamais haverá um momento ideal para isso. “Oportunidades como esta devem ser aproveitada”, disse o atleta.

Como tudo começou…
Médico de família em uma zona rural de Virgínia, Levi começou a correr na faculdade, aos 33 anos, e logo se apaixonou pelas longas distâncias. Seu sonho de cruzar os EUA correndo só criou forma, contudo, após um jantar com seu amigo Steve Messeh, que há vários anos largou o emprego para montar a Hope Association, uma organização sem fins lucrativos. Em uma conversa, os dois constataram que a melhor maneira de ajudar as famílias americanas mais pobres, que não possuem a serviços de saúde, era levar o atendimento médico até eles. Atualmente, Washington possui várias clínicas de saúde móveis, porém a demanda ainda é maior que a oferta.

Eles concordaram, então, em criar a campanha “Run for Hope” em torno da corrida de Levi para arrecadar dinheiro para a transformação do trailer. Por meio de um aplicativo, as pessoas vão poder acompanhar a jornada do corredor, e nas nove grandes cidades por onde o atleta passar haverá eventos para recebê-lo e divulgar a sua causa. O objetivo é conseguir arrecadar 250 mil dólares.

“O caminho mais difícil é aquele que trará o resultado mais significativo”, disse o corredor, que não vê a hora de poder entregar para seu país mais um posto de saúde móvel. Abaixo, a ilustração de como deverá ficar o trailer adaptado:

clínica de saúde móvel da Run for Hope