Já andou de skate? Pedro Barros e Mineirinho dão dicas aos iniciantes

07 de fevereiro de 2013 ● POR Redação

Saiba como comprar o skate ideal, confira locais para praticar o esporte, equipamentos e acessórios adequados e também as suas modalidade.

Você já andou de skate alguma vez na vida? Sabe qual é o melhor shape para quem está começando? Já tentou andar em um bowl? O Eu Atleta traz para você dicas fundamentais para começar a praticar a modalidade. Além de informações sobre acessórios e peças do skate, você vai conferir as dicas de dois grandes nomes no mundo das rodinhas: Sandro Dias, o Mineirinho, um dos principais skatistas do Brasil e hexacampeão mundial, e Pedro Barros, de apenas 17 anos e campeão do último Mundial de Skate Vertical, realizado no Rio de Janeiro.

O skate surgiu na California, nos Estados Unidos, na década de 1960 e chegou no Brasil em 1965. No começo, andar de skate era uma atividade voltada para o lazer, sem pretenção de se transformar em prática esportiva. Com o aumento do número de adeptos em todo o país, o primeiro Circuito Brasileiro profissional surgiu em 1989, na categoria street style. Hoje, além de diversos campeonatos em diferentes regiões, a Confederação Brasileira de Skate (CBSK), com sede na capital paulista, cuida de todos os eventos relacionados à modalide.

O Brasil, aliás, está logo atrás dos Estados Unidos, como a segunda maior potência na modalidade. De acordo com a Confederação Brasileira de Skate (CBSK), entre homens e mulheres, existem cerca de 10 mil competidores amadores e 300 profissionais em terras brasileiras. Confira abaixo as dicas para começar a andar de skate e dê seu primeiro passo para uma vida mais saudável.

PRIMEIRO PASSO
Comprar um skate. Essa é a primeira atitude tomada por quem está começando a praticar a modalidade. Mas, cuidado, pois existem vários tipos de shapes, rodas e todos os outros acessórios que envolvem a montagem de um skate. Para os iniciantes, são recomendadas rodas maiores, que diminuem a velocidade, e um shape mais fino e leve, pois facilita o movimento de quem está praticando. Veja abaixo cada acessório e monte o seu skate. 

MODALIDADES
Existem diferentes modalidades e estilos de manobras no mundo do skate. O Eu Atleta traz para você as três modalidade mais comuns no Brasil. Confira abaixo as dicas de cada uma delas e comece a praticar.
– Street: é a modalidade mais conhecida no Brasil. Praticada na rua e em pistas, seu maior objetivo é passar por obstáculos, tais como bordas, corrimões, paredes inclinadas, saltar gaps e escadarias.

– Vertical: é praticada em uma pista em forma de U, que é chamada de half-pipe e pode ser feita de madeira ou concreto. Por seu formato, permite que o skatista realize manobras incríveis, como os giros de 540º e 720º.

– Downhill: para quem pratica essa modalidade, o que importa é a velocidade. O atleta desce ladeiras ou mini rampas fazendo manobras em alta velocidade. Os skatistas estão sempre equipados de capacete e outros itens de segurança, já que existem ladeiras em que os atletas atingem mais de 110km/h. 

Assim como a corrida de rua e a bicicleta, basta um terreno plano ou um asfalto para andar de skate e se divertir. Pode ser na orla da praia, em um parque ou pelas ruas. Basta subir no skate e sair andando pela cidade. Além disso, é um esporte com alto gasto calórico, sendo que em 30 minutos você pode queimar cerca de 235 calorias.

Mas, para quem pretende encarar obstáculos e praticar manobras, o Eu Atleta traz algumas dicas de skateparks no Brasil. Ao todo, são mais ou menos 1.024 pistas espalhadas pelo país e com o crescimento da modalidade, cada vez mais praticantes procuram lugares como esses para treinar.

ACESSÓRIOS DE SEGURANÇA
Antes de sair por aí com seu skate, fique atento: a sua segurança está em primeiro lugar. Assim como qualquer outro esporte radical, o skate pode trazer riscos para quem o pratica. Por isso, o uso de acessórios de segurança é essencial para todos os skatistas. São quatro itens básicos que podem evitar graves acidentes: capacete, joelheiras, cotoveleiras e luvas. 

Além dos acessórios, é preciso tomar cuidado com as pessoas e o trânsito em volta. Andar de skate e escutar música ao mesmo tempo pelas ruas pode causar graves acidentes. Outro cuidado a ser tomado, são os passeios noturnos, é sempre recomendado utilizar acessórios reflexivos e roupas brancas, alaranjadas, amarelas ou em tons flúor.

PAPO DE PROFISSIONAL
Sandro Dias e Pedros Bastos: dois nomes importantes do skate atual. Respectivamente, um traz na bagagem a experiência de ter conquistado seis campeonatos mundiais e ser um ídolo para muitos jovens. O outro, com apenas 17 anos, comemora seu primeito título no Mundial de Skate Vertical e passa a influenciar a nova geração de skatistas brasilerios.

– Primeiro é muito importante saber que o skate é antes de tudo uma diversão e que jamais deve ser influenciado ou iniciado para uma carreira profissional. Sabendo disso, fica muito mais fácil de aprender e se divertir – aconselhou Pedro Barros. 

PEDRO BARROS

ESCOLA DE SKATE
“Procure uma escola de skate, já existem várias espalhadas pelo Brasil. Um professor é o caminho mais rápido para essa diversão e o mais seguro também. Caso não tenha uma escola, então chame um amigo que ande de skate para te ajudar. Caso não tenha esse amigo, então fique com a minha segunda dica.”

EQUIPAMENTOS DE SEGURANÇA
“Comprar um equipamento de segurança completo é essencial. Joelheira, cotoveleira, Wist Gard e capacete. O Skate não precisa ser de primeira linha, mas procure as empresas ou marcas já conceituadas no mercado porque isso faz muita diferença no aprendizado e principalmente na durabilidade.”

LOCAL DE PRÁTICA
“O melhor lugar para começar, se divertir e ganhar um equilíbrio no skate é na mini ramp, principalmente a feita de madeira. Ali é um bom começo para você.”

SANDRO DIAS, O MINEIRINHO

EQUIPAMENTOS DE SEGURANÇA
“Capacete, joelheira e cotoveleira. Na minha opinião, esses três itens são importantes. Quando estamos começando, precisamos aprender a andar e a cair de skate. Com os acessórios, você pode aprender a cair sem se machucar.”

DIVERSÃO
“Faça do skate uma diversão com os amigos e procure estar acompanhado no começo porque não é fácil. Pratique em um lugar confortável e apropriado, como as pistas. Mas caso você não consiga ir até elas, comece em casa, na calçada ou no quintal mesmo.”

LOJAS
“Se informe antes de comprar um skate. É preciso saber o tipo e o modelo adequado para você andar sem nenhum problema. Ir em uma loja especializada, como os skateshops, é o mais seguro.”

Matéria publicada em portal EU Atleta