Montanhista brasileiro segue conquista do Monte McKinley

14 de junho de 2012 ● POR Redação

Apesar das adversidades, Rosier Alexandre segue em busca de conquistar o Monte McKinley, no Alasca, Estados Unidos.

O brasileiro encontra-se a 3.400 metros de altitude e tem enfrentado temperaturas entre -7º e -12º graus. O mau tempo tem sido outro fator prejudicial ao montanhista, já que a chuva começou a cair mais forte nos últimos dias.

“A presença da chuva é um risco que exige atenção redobrada. A água em forma liquida pode, a esta temperatura, rapidamente transformar em gelo objetos e equipamentos, ou seja, congelar desde partes molhadas do corpo até estragar equipamentos que fiquem ao seu alcance. Com isso, procuramos nos resguardar e aguardar a melhora do tempo”, explicou Rosier.

Além disso, devido a uma bolha de água no pé, o atleta foi aconselhado pela médica Karina Oliani a permanecer por mais um dia no acampamento para facilitar a cicatrização. A pausa na base dois, no entanto, não muda o prazo previsto para a expedição, que deve continuar ainda nesta quarta-feira.

A previsão para os próximos momento da expedição é boa, já que aponta falta de chuva e temperatura média de -10º graus. Os ventos serão mais fortes, com variação de rajadas chegando até 30km/h para esta quinta-feira, dimunindo a intensidade nos dias seguintes. A próxima parada é no campo base três, a 4.300 metros, onde Rosier deve permanecer por duas ou três noites, para, em seguida, partir até o high camp, a 5.200 metros, último ponto de parada antes do ataque ao cume.