Embaladas por promessas de verão, matrículas nas academias aumentam nessa época do ano

19 de novembro de 2014 ● POR Redação

A perda de peso é, para muitos, umas das principais resoluções de ano novo. Estimulados por esse objetivo, cariocas começam a retomar a rotina, elevando o movimento nas principais academias da cidade.

De acordo com os estabelecimentos, essa época do ano é a época de maior procura, quando comparado a outras épocas do ano. Rodrigo Valentim, administrador da Companhia Athlética, na Barra da Tijuca, conta que as matrículas chegam a aumentar cerca de 20% no primeiro mês do ano. Segundo ele, esse novo público é basicamente composto por pessoas, de 25 a 40 anos, distribuídas igualmente entre homens e mulheres.

— Quando preenchem o formulário de ingresso na academia, geralmente perguntamos o que buscam. A maioria diz que quer mudar de postura, buscar melhor qualidade de vida, e a academia acaba fazendo parte desses novos planos — explica.

Outro exemplo é o da rede Smart Fit, que conta com 21 unidades no Rio. Para o diretor de vendas, Diogo Corona, são alunos que voltam do réveillon com a promessa de “ano novo, vida nova”.

— É um movimento que se estende pelos primeiros meses do ano, mas com maior força sempre em janeiro — complementa o executivo.

Apesar do movimento maior nas salas de aula no início do ano, as academias enfrentam dificuldades para manter os usuários fiéis à atividade física no decorrer dos meses.

— No fim do primeiro semestre, as vendas sofrem queda, pois chegam as férias escolares, tem a chegada do inverno, que reduz as visitas e, consequentemente, as vendas, já que muitos preferem ficar embaixo do cobertor — explica Corona.

Para evitar a perda de estímulo e posterior evasão, o professor da rede, Anderson Couto, destaca a importância do acerto de metas entre aluno e profissional. Segundo ele, se a atividade física for bem conduzida, os ganhos podem ser notados já no primeiro mês de academia.

— Cabe ao professor mostrar esses ganhos obtidos ao aluno, como a melhora do condicionamento físico, da força e até mesmo perda de peso. São esses pequenos avanços que ajudam a estimular a permanência na atividade — conta.

Já Valentim, da Companhia Athlética, lembra que são inúmeros os fatores que podem levar à evasão.

— Há também a questão do trânsito, que acaba afetando o cumprimento do horário das aulas, além dos novos compromissos que acabamos assumindo com o passar dos dias, especialmente em relação ao trabalho, que acaba sempre em primeiro lugar — exemplifica Valentim.

Segundo ele, a dica para que o aluno se mantenha estimulado é a busca por aulas que sejam atrativas e prazerosas.

— É preciso fazer do exercício físico algo divertido, evitando qualquer associação ao sofrimento. É como o futebol, ninguém vai para o campo com os amigos sofrendo — brinca.

Foco no gasto calórico

De acordo com especialistas, para quem busca a academia com foco na perda de peso, o ideal é combinar os exercícios aeróbicos, que promovem maior gasto calórico, com musculação. Valentim, da Companhia Athlética, sugere spinning, corrida, natação, hidroginástica, entre outras atividades.

Couto, da Smart Fit, sugere treinos conjugados de esteira, bicicleta e transport. Segundo ele, com a prática diária de pelo menos 30 minutos, já é possível a obtenção de resultados no fim do mês.

— Não é preciso ficar muitas horas na academia para alcançar a perda de peso. O segredo está na intensidade com que a atividade é feita — diz o professor. — Uma hora e meia de esteira poderia equivaler a 20 minutos de corrida.

Matéria publicada pelo site O Globo